Kingdom School

Educação Infantil Bilíngue
Berçário Bilíngue

Facebook Instagram Youtube
<< Voltar
13/07/2018

Enfim, Férias!

Enfim férias! Não sei como vocês estão por aí, mas por aqui as coisas estão agitadas! Ajustes diários na rotina para conseguir conciliar férias e trabalho. Me chamo Tabta, sou mãe da Helena, uma das alunas da KS. Estou aqui para trazer uma  reflexão e um convite…
                       
Ahhh férias…

 Algo tão esperado quando éramos crianças de repente virou um tema que nos deixa de cabelo em pé. Cada família precisa se ajeitar dentro da sua rotina, agendar férias quanto possível, procurar alternativas, usar do apoio da família… dos amigos, ou mesmo de infraestruturas externas, acampamentos, clubinhos para adequar esta pausa das aulas à rotina.

Imagino que não esteja sendo fácil por aí! Aqui o ritmo diminuiu, não consigo produzir da mesma forma, mas faz parte do meus planos manter Helena em casa mesmo sendo desafiador… estou madrugando para aproveitar aquele momento em que eles ainda estão na cama, sabe? E vocês como estão se ajustando?

Quero aproveitar esta oportunidade de reflexão, para te fazer um convite.

Que tal resgatarmos as nossas memórias de férias por um instante? Trazer ao presente o seu bom momento, a sua boa história, a sua lembrança do que significava férias. 

Qual é o cheiro das suas férias de infância? Qual é o gosto das suas memórias? Qual é a sua lembrança mais antiga? A história mais contada? A aventura mais legal? As férias mais frustadas?

Esta conexão consigo mesmo, pode nos ajudar a buscar alternativas e principalmente aproximar você do seu filho nas expectativas e desejos. É claro que não conseguiremos recriar os cenários das nossas memórias, talvez o sítio da sua tia nem exista mais, a casa da sua vó singela com uma árvore no quintal já não esteja mais lá. Mas conectar se com a sua criança interior, seus desejos, e afagos pode te ajudar a ter mais empatia com a criança que estará na sua frente sedenta por criar as suas próprias memórias de férias.

Talvez você não tenha conseguido sair de férias neste período, talvez continue trabalhando e seu filho esteja com outra pessoa. Por isso observe o seus tempos possíveis para criar seus momentos de férias com eles. Na sua memória, o tempo de férias era tempo de aventura? Crie um momento de aventura no fim de semana, num parque, invente uma brincadeira de exploração ou faça um caça aos tesouros. A sua memória de férias era de ócio e calmaria, ensine seu filho a descobrir o quão gostoso é um balançar de uma rede e ouvir uma música. Já levou seu filho para pescar?

Não tenho soluções, nem para mim, ainda estou me ajustando buscando alternativas para continuar meu trabalho. Mas eu desejo estar nas memórias de férias da minha filha, como meus pais estão nas minhas memórias mais queridas. E o que preciso para fazer isto acontecer? A resposta é simples: estar presente. E a presença não precisa ser intensa, como é quando viajamos com eles, ela também pode ser possível, dentro dos horários e dias que tivermos dentro desta agenda tão atribulada. Mas para isso se tornar memorável, a presença precisa ser sincera, a brincadeira verdadeira, e a criança grande precisa se fazer presente junto com a criança pequena.

Vamos costurar novas memórias de férias?
 


Este conteúdo faz parte do material que disponibilizamos no portal do Costurando Memórias. Somos uma produtora de idéias que oferece conteúdo e ferramentas para apoiar famílias no exercício de serem pais. Se puderem, entrem no site, curtam nossa página nas redes sociais. Nos ajudem a divulgar este trabalho que deseja sempre priorizar a infância.

SITE
FACEBOOK
INSTAGRAM
YOUTUBE

Um abraço e bons momentos de férias :)

Tabta Rosa